Olá leitores!
Estamos aqui novamente para falar de  uma profissão incrível: o Serviço Social.
Essa área é bem abrangente e interessante.Este profissional  tem como  foco a
coletividade e integração do indivíduo na sociedade. Normalmente é  chamado de
Assistente Social e atua no combate às desigualdades da sociedade,  analisando,
acompanhando e propondo soluções para melhorar as condições de vida tanto de
crianças e adolescentes quanto de adultos.
Ele pode atuar em vários campos e instituições, nos domínios privados e públicos.
Como por exemplo: Na educação, no trabalho,sistemas penitenciários,assistências e
outros.
Como eu posso exercer esse cargo? Para exercê-lo, necessário cursar a graduação
em Serviço Social em faculdade reconhecida pelo MEC e obter o registro no Conselho
Regional de Serviço Social.
Como é o mercado de trabalho dessa profissão? A grande maioria dos assistentes
sociais brasileiros, segundo o Conselho Federal de Serviço Social, trabalha no setor
público, em órgãos municipais, estaduais e federais.
Mas ele pode ser  autônomo,  prestando consultoria sobre políticas sociais, por
exemplo, ou integrar equipes multidisciplinares em empresas privadas, ONGs,
associações, movimentos sociais, universidades (como docente ou pesquisador),
institutos técnicos, escolas, creches e hospitais, entre outros.
Quanto eu ganharei se me tornar um Assistente Social?
O salário varia entre R$ 1.500 a 5.000, dependo da área de atuação.
Uma curiosidade sobre essa profissão é que como ela lida  essencialmente com
pessoas, o assistente social precisa apresentar, mais até do que conhecimentos
técnicos e teóricos, um conjunto de competências humanas e comportamentais,como:
Aptidão para o relacionamento humano,sensibilidade social,resiliência e capacidade
de transpor dificuldades e equilíbrio entre empatia e distanciamento.
Enfim, espero que vocês gostem desse cargo tão essencial e bonito. Esperamos
vocês na próxima edição.
Abraço.

Por Rayssa Alves

Comente